Rosa canina - Trepadeira Rosa Mosqueta Canina, Rosa selvagem, Rosa silvestre, Rosa canina

Nomenclatura botânica: Rosa canina
Nome comum: Trepadeira Rosa Mosqueta Canina, Rosa selvagem, Rosa silvestre, Rosa canina, Rosa dos cães, Roseira brava
Família: Rosaceae
Origem: Europa, Nordeste da África e Ásia ocidental
Altura: 3,50 – 5,00 metros
Luminosidade: Pleno sol, Sombreamento parcial
Clima: Ver descrição abaixo

R$ 42,80

Escolha abaixo quantas sementes por embalagem você deseja?

Limpar

Descrição

Trepadeira – Ervas – Medicinal – Flores silvestres – Melífera – Aromática – Flores comestíveis

Floração: rosa – rosa pink
Frutos: laranja-avermelhados

Rosa canina e Rosa rubiginosa são espécies distintas, por vezes confundidas como única ou a mesma espécie. A coloração das flores são diferentes, Rosa canina geralmente é tratada como trepadeira e Rosa rubiginosa é tratada como um arbusto.

Principais diferenças:
O ‘briar’ doce (Rosa rubiginosa ) pode ser confundido com rosa de cão ( Rosa canina ). Essas espécies podem ser distinguidas pelas seguintes diferenças:

O briar doce ( Rosa rubiginosa ) tem caules e sépalas de flores com pelos ou espinhos pegajosos (ou seja, glandulares). Suas folhas têm pelos pegajosos (ou seja, glandulares) na parte de baixo e nas margens, e as folhas têm pontas quase arredondadas. Suas flores são de cor rosa pálido ou branca e as bases de seus frutos às vezes são adornadas com cerdas e / ou pequenos espinhos.

Rosa dos cães ( Rosa canina ) tem hastes e sépalas de flores sem pelos (ou seja, glabras). Suas folhas são principalmente sem pelos, com folhas com pontas pontiagudas. Suas flores são rosa pálido a rosa brilhante e seus frutos são sem pelos (ou seja, glabras) e sem adornos, exceto os restos das sépalas.
O alto valor nutritivo encontrado nos frutos da Rosa mosqueta torna seu consumo favorável para uma dieta saudável. Esses estudos comprovam que seus frutos possuem elevadas concentrações de vitamina C e Carotenóides (licopeno, beta-caroteno e rubixantina).

Você sabe que o verão está a caminho quando a Rosa canina começa a florescer. Esta rosa clássica e romântica possui um aroma leve e doce e flores de 5 pétalas do rosa pálido ao rosa pink; uma trepadeira que sobe tecendo e adornando postes e treliças.

Rosa canina é uma fonte antiga da medicina popular para tratar distúrbios renais e do trato urinário, doenças digestivas, artrite, gota, febre e resfriado comum. Os frutos são tradicionalmente usados no preparo de xaropes e vinhos e as folhas no preparo de chá.

Nas últimas décadas, têm-se demonstrado um crescente interesse pelos produtos naturais, e seu uso não deve ser considerado apenas como modismo, mas sim como reflexo da crescente comprovação da eficácia e segurança das ervas medicinais.

Diversos estudos demonstraram, in vitro e in vivo, as propriedades anti-inflamatórias, bacteriostáticas e imunomoduladoras conferidas ao extrato do óleo de Rosa mosqueta.

Muitos outras propriedades são atribuídas a Rosa canina, algumas conclusivas e muitas outras ainda em fase de pesquisa a ser explorada acerca desta planta.

Rosa canina é a espécie mais popular usada como porta-enxertos para diversos cultivares de rosas.

As flores são uma abundante fonte de néctar para abelhas. As pétalas perfumadas e refrescantes podem ser usadas para aromatizar ambientes, adicionar sabor às conservas ou como loção adstringente para peles sensíveis.

***É extremamente importante e essencial consultar um profissional de saúde para utilização de toda e qualquer planta com indicação medicinal, muitas delas podem produzir efeitos colaterais quando associadas com qualquer outro medicamento em uso. Não prepare ervas através de plantas sem orientação médica. Todas as informações a respeito das plantas fornecidas em nosso site são única e exclusivamente para fins informativos, ilustrativos e para auxiliar na compreensão do cultivo como um todo.

Informação adicional

Peso Não aplicável