Sequoia sempervirens - Sequoia Sempre Verde, Sequoia Costeira, Sequoia Vermelha, Coast Redwood

SKU P-619 Categorias ,

Nomenclatura botânica: Sequoia sempervirens
Nome comum: Sequoia Sempre Verde, Sequoia Costeira, Sequoia Vermelha, Coast Redwood
Família: Cupressaceae
Origem: América do Norte
Clima: tropical ameno, subtropical
Luminosidade: pleno sol
Altura: mais de 100 metros

R$ 48,50

Escolha abaixo quantas sementes por embalagem você deseja?

Limpar

Descrição

Essa espécie está incluída nas árvores mais altas e mais antigas da terra.

Um pouco de história:
“A ciência bíblica e anticíclica, reconhece que houve um período de tempo no passado distante, quando a terra era estéril. Quanto tempo atrás e quanto tempo durou, é uma questão de conjecturas…
A não ser que aceitemos o registro bíblico. Mas, lá na Califórnia, no extremo oeste, temos belos monumentos do passado: as sequoias, monumentos que eram plantinhas quando Noé foi sepultado; arvorezinhas quando a Torre da Babilônia foi abandonada: robustas e gigantescas quando Davi matou o seu gigante. E quando a árvore sobre a qual Cristo foi pendurado e perdeu a sua vida, ali nas praias e nas encostas das montanhas da Califórnia, aquelas mesmas sequoias levantavam seus braços para orar. (Dorothy e. Kreiss Robbins)”

A Sequoia sempervirens é uma espécie originária da costa oeste dos Estados Unidos, onde na Califórnia existem exemplares milenares. O nome sequoia veio em homenagem a um chefe muito importante da tribo indígena dos Estados Unidos, chamada Cherokee. O nome desse chefe era Sequoyah.

Estima-se que o exemplar ‘Árvore do General Sherman’ tenha cerca de 3.500 anos.

Outra característica da espécie, além de seu porte, é o tamanho relativamente curto de seus ramos laterais concentrados na região apical da árvore, onde algumas vezes podem encontrar-se distantes do solo em mais de 45 metros.

Entre o castanho avermelhado e o castanho canela, a casca da ‘Sequóia Sempre Verde’ tem entre 20 a 30 cm de espessura e sulcos profundos. Sua madeira é durável e muito rentável para a indústria madeireira e de papel e celulose.

Sua longevidade provavelmente se deve a alta resistência a enfermidades, infestação de insetos e ao fogo.

Estudo realizado para produção de celulose:
Apresenta cerne marrom avermelhado e alburno quase branco, boa estabilidade dimensional e excelente características para laminação e fabricação de painéis, sua madeira está entre as mais duráveis quando comparada a outras norte americanas. Também apresentando como vantagens , em comparação com as coníferas usuais, um elevado teor de celulose, uma alta taxa de desenvolvimento (1,4 m³/ano) e, além disso, sua polpa possui altos índices de resistência física e mecânica. Informações retiradas de estudo realizado para produção de celulose realizados por: jefferson l. Diel, leonardo masotti e sônia m.B. Frizzo)

Histórias infinitas sobre a espécie teríamos para contar, mas acredito ter passado um pouco de informação interessante a respeito desse belíssimo exemplar.

É uma planta que cresce bem em solos mais úmidos, mas que tenham um bom sistema de drenagem. Suas flores costumam abrir durante a primavera, e logo após, surgem seus frutos. Os frutos são pinhas em formatos ovais, que possuem em torno de 30 milímetros de comprimento. Quando elas abrem, libertam uma grande quantidade de sementes pequenininhas que levam em torno de um ano para amadurecer.

Obs: A identificação da sequoia da costa é feita pelo formato da agulha, cor e maciez da casca e pequenos cones. A árvore tem dois tipos de folhas, folhas semelhantes a escamas nos brotos principais e agulhas planas no novo crescimento.

A madeira dessa sequoia tem uma ótima qualidade e é fácil para trabalhar. Sendo assim, com ajuda de seu tamanho, dá para obter peças com tamanhos maiores. Inclusive, são utilizadas na construção de forma geral. Mas ainda assim, seu maior uso é ornamental.
‘Sequoia Vermelha’ não só tem uma maravilhosa madeira vermelha, mas também uma bela seiva vermelha. A casca é quase como um casaco de pele, protegendo a árvore.

As sequoias costeiras da Califórnia “Sequoia sempervirens” são alguns dos moradores mais altos e mais antigos da Califórnia, que vivem 1200-1800 anos ou mais. Místicas e belas, essas árvores reinam supremas.

Informação adicional

Peso Não aplicável