Olneya tesota - Madeira de Ferro do Deserto, Pau-Ferro do Deserto, Desert Ironwood

SKU P-1541 Categorias , , , Tags ,

Nomenclatura botânica: Olneya tesota
Nome comum: Madeira de Ferro do Deserto, Pau-Ferro do Deserto, Desert Ironwood
Origem: Sudoeste dos EUA e Noroeste do México
Altura: 8,00 – 10,00 metros
Luminosidade: Sombreamento parcial, pleno sol
Clima: Ver descrição abaixo

R$ 48,90R$ 398,80

Escolha abaixo quantas sementes por embalagem você deseja?

Limpar

Descrição

Apicultura – Arbusto Árvore Bonsai – Flor aromática – Árvore madeireira – Sementes comestíveis

Resistente a seca e geada leve ( – 6º C)

Árvore perene, “Tesota” é a espécie única de seu gênero, nomeada pelo empresário e botânico Sthephen Thayer Olney de Rhode Island (Ilha de Rodes).

Poucas árvores ilustram melhor a combinação única de beleza e austeridade que é o Deserto de Sonora. Esta árvore de crescimento lento a médio, possui lindos cachos de flores em tonalidades de branco, rosa e lavanda nas pétalas em forma de ervilha. Floresce do final da primavera ao longo de todo o verão. As folhas são verde-azuladas.

A seiva de sabor agradável é consumida por abelhas e beija-flores.

As sementes podem ser consumidas cruas ou cozidas, sabor semelhante ao amendoim.

Os ‘Ironwoods’ (Pau Ferro) recebem o seu nome comum em referência a madeira densa, escura e pesada que a árvore produz. Sua densidade é maior que a água e, portanto, afunda; não flutua rio abaixo. Um uso popular da madeira é para alças de facas, pois sua dureza, grão e coloração são ideais para esse fim. Devido à sua considerável dureza, o processamento de madeira de ferro no deserto é difícil.

Madeira de ferro é nativa do sudoeste dos EUA e do noroeste do México, na Península de Baja Califórnia e no Deserto de Sonora, e é parcialmente uma espécie indicadora desse deserto . Em ambientes nativos, é normalmente encontrada em encostas e planícies rochosas, bem drenadas, em altitudes até 600 / 800 metros.

Esta árvore desértica resistente pode tolerar longos períodos de seca, embora á água extra algumas vezes por mês no verão possa aumentar a taxa de crescimento normalmente lenta em seu habitat de origem. Tolerante a geada leve e temperatura em torno de (- 6º C.). No inverno, porém em geada prolongada pode ser uma espécie decídua ao invés de perene e perder parte de sua folhagem nessa estação.

Crescimento mais vigoroso em plantio a pleno sol, não é exigente quanto ao solo, desde que promova boa drenagem.

Espécie extremamente ornamental e fácil adaptação desde que proporcionadas as necessidades básicas como a boa drenagem do solo.

Outras informações e a importância da espécie em seu habitat de origem:
A Madeira de Ferro do Deserto (Olneya tesota) é uma árvore de vida muito longa, com alguns espécimes estimados em mais de 800 anos. A Madeira de Ferro do Deserto é uma espécie fundamental, pois fornece um ambiente de berçário de sombra e proteção que permite que mudas jovens de outras espécies se estabeleçam apesar do clima severo do deserto, onde as altas temperaturas diurnas podem exceder 41º C. Suas flores fornecem néctar para abelhas e outros insetos e também fornece habitats de sombra e poleiro para pássaros. As flores produzem vagens de sementes que também fornecem alimento para animais do deserto.

Informação adicional

Peso Não aplicável