Bolusanthus speciosus - Wisteria Africana, Árvore Glicínia da Rodésia, Árvore Madeira Elefante

SKU P-796 Categorias , ,

Nomenclatura botânica: Bolusanthus speciosus
Nome comum: Wisteria Africana, Árvore Glicínia da Rodésia, Árvore Madeira Elefante
Família: Fabaceae
Origem: África do sul
Altura: 4 – 8 metros
Luminosidade: Pleno sol, sombreamento parcial
Clima: todas as regiões do Brasil

R$ 38,90

Escolha abaixo quantas sementes por embalagem você deseja?

Limpar

Descrição

A árvore ‘Bolusanthus speciosus é mais comumente conhecida como “Árvore Wisteria Africana”.

As flores caídas, azul-malva a índigo ou azul-violeta, são perfumadas, semelhantes a ervilhas, pendem dos galhos em cachos, muitas vezes cobrindo toda a árvore. A época de floração é desde o início da primavera até início do verão. As flores são seguidas por vagens de frutas marrons, que pendem dos galhos em cachos e nunca se dividem para liberar suas sementes. Sendo uma árvore protegida na África do Sul, os espécimes selvagens não podem ser removidos, cortados ou danificados.

Distribuição e habitat:
Bolusanthus speciosus é difundido em pastagens arborizadas na África Austral, desde Angola e Zâmbia até KwaZulu-Natal.

Nome e aspectos históricos
Bolusanthus homenageia Harry Bolus (1834 a 1911), botânico sul-africano e fundador do Herbário Bolus da Cidade do Cabo e ‘Speciosus’ significa preciosa ou vistosa em latim.

A árvore ‘Bolusanthus speciosus’ é mais comumente conhecida como “Árvore Wisteria Africana”. Bastante rústica, essa pequena árvore com floração aromática e belíssima é extremamente adaptável aos diversos climas que ocorrem no Brasil.

Floresce ainda jovem, após dois a três anos em cultivo, seu sistema radicular não é invasivo, podendo ser plantada junto a muros, em calçadas e diversos outros locais onde esse requisito seja necessário.

Perde suas folhas por um período muito curto e floresce intensamente em longos cachos pendentes por longo período, podendo muitas vezes manter-se florida por mais de três meses. Suas flores vão do azul claro, passando ao índigo e por vezes violeta.

Floração deslumbrante, espécie de pequeno porte que também pode ser cultivada em vasos com enorme sucesso. Muito apreciada na milenar arte do bonsai.

A wisteria que faltava para nossa coleção e que pode ser cultivada com maestria onde outras poderiam sucumbir, tolerante á temperaturas adversas.

Produz madeira de excelente qualidade, altamente durável, resistente a cupins, brocas e não queima com facilidade.

Pode sobreviver a longos períodos de seca e plantas jovens transplantam com facilidade. Baixa manutenção e extremamente ornamental.

Bolusanthus speciosus é exatamente o que o nome significa, “preciosa”.

Informação adicional

Peso Não aplicável