Ácido Giberélico - Giberelina - GA3 (+90%) - GA3 - Ácido Giberélico - Hormônio Vegetal

SKU P-272 Categoria

Ácido giberélico, GA3 é naturalmente um hormônio vegetal que regula o crescimento das plantas, incluindo desencadear a germinação das sementes. Ácido giberélico não é fabricado, é um produto natural extraído do fungo Gibberella fujikuroi. Existem mais de 100 formas conhecidas de ácido giberélico; sendo GA3 o mais eficaz.
Ácido Giberélico GA3 (+90%) com teste de laboratório.

R$ 38,50R$ 298,90

Escolha abaixo quantas sementes por embalagem você deseja?

Descrição

Descrição:

GA3 foi identificado pela primeira vez no Japão em 1926, como um subproduto metabólico do patógeno de plantas Gibberella fujikuroi (daí o nome), que aflige as plantas de arroz. As plantas infectadas com Fujikuroi desenvolvem (“plântulas tolas”), o que as faz se alongar rapidamente além de sua altura adulta normal. As plantas posteriormente tombam devido à falta de suporte e morrem. Os efeitos da giberelina não foram amplamente entendida até anos mais tarde. Ácido giberélico é naturalmente um hormônio vegetal que regula no crescimento das plantas, incluindo desencadear a germinação das sementes. Ácido giberélico é um produto natural extraído do fungo gibberella fujikuroi. Existem mais de 100 formas conhecidas de ácido giberélico; sendo GA3 o mais eficaz.

Sementes de muitas espécies de plantas requerem a exposição a baixas ou altas temperaturas dentro de um certo período de tempo antes que elas germinem. Esse processo é chamado de estratificação térmica. Alternativamente, o hormônio vegetal giberelina pode ser usado para quebrar essa dormência.

Ácido giberélico: GA3 é naturalmente um hormônio vegetal que regula o crescimento das plantas e desencadeia por si só a germinação de sementes. Não é um produto fabricado, é um produto natural extraído do fungo Giberella fujikuroi. Existem mais de 100 formas de ácido giberélico, sendo GA3 o mais eficaz.

O ácido giberélico é usado em ambientes de laboratório e estufa para desencadear a germinação de sementes que, de outra forma, permaneceriam dormentes.
Também é amplamente utilizado na indústria vitivinícola como um hormônio para induzir a produção de cachos maiores e uvas maiores, especialmente uvas sem sementes ‘Thompson’.
Nos vales de Okanagan e Creston , também é usado como regulador de crescimento na indústria da cereja. É usado em tangerinas Clementine, que podem polinizar de outra forma com outros cítricos e produzir sementes indesejáveis. Aplicado diretamente nas flores como um spray, permite que as Clementinas produzam uma safra completa de frutas sem sementes.
GA3 é amplamente utilizado na indústria de malte de cevada . Uma solução de GA é pulverizada na cevada após a conclusão do processo de maceração. Isso estimula o crescimento de grãos parcialmente dormentes e produz um crescimento uniforme e rápido.

Sementes de muitas espécies de plantas requerem a exposição a baixas ou altas temperaturas por um certo período de tempo antes que germinem: (estratificação térmica).
GA3 quebra a dormência dessas sementes.

Ácido giberélico, também pode influenciar o momento da floração, sexo da flor, tamanho e quantidade de flores. Auxilia no vingamento dos frutos. Fortalece a espécie.

Produto eficaz, com aval do ministério da agricultura, auxiliando na quebra de dormência de inúmeras espécies, auxiliando no vingamento dos frutos, procedendo como melhor e mais eficaz fertilizante para plantas e garantindo colheita farta.

Revisão recente sobre ácido giberélico:
As giberelinas são hormônios vegetais que afetam a germinação, alongamento do caule, floração, abolição da dormência, determinação da expressão sexual, senescência de folhas e frutos e estimulação enzimática. A incerteza nas condições climáticas e a expansão populacional levaram a um monte de estresses abióticos nas plantas. Salinidade, alta temperatura, refrigeração, congelamento, metais pesados, seca, inundações, aleloquímicos e radiação são os estresses que dificultam o desenvolvimento das plantas. A percepção desses estresses pelas plantas ocorre de forma altamente coordenada e interativa, desencadeando a ativação de uma infinidade de elaboradas redes de sinalização nas quais os fitormônios desempenham um papel significativo. A presente revisão descreve a biossíntese, sinalização e os papéis potenciais das giberelinas como uma ferramenta na mitigação do estresse, aumentando o crescimento, desenvolvimento e tolerância em plantas.

Enviamos junto um manual impresso para perfeita utilização do GA3.

Informação adicional

Peso Não aplicável