Adansonia grandidieri - Baobá de madagascar, baobá de Morondava, baobá grandidieri

Nomenclatura botânica: Adansonia grandidieri
Nome comum: Baobá, baobá grandidieri, baobá de Madagascar, baobá de Morondava
Familia: Malvaceae
Origem: Madagascar
Altura: 25 – 30 metros de altura com diâmetro de tronco de 3 a 5 metros.
Luminosidade: Pleno sol
Pode ser cultivado em todas as regiões do Brasil

R$ 89,90

Escolha abaixo quantas sementes por embalagem você deseja?

Descrição

As flores são brancas, frutos comestíveis.

O maior e o mais famoso dentro de seu gênero, encontra-se desde o ano de 2006 na lista vermelha da iucn como uma espécie ameaçada de extinção.

A maior ameaça para esta espécie de baobá vem da transformação de seu habitat em terras agrícolas. Dentro da perturbação desses habitats, há uma notável falta de árvores jovens. Os incêndios, a concorrência com ervas daninhas, um ambiente alterado fisicamente; podem ter afetado a habilidade do baobá de Madagascar se reproduzir naturalmente.

Em 2003, o presidente de Madagascar prometeu triplicar a quantidade de áreas protegidas, uma medida que poderá beneficiar a sobrevivência da espécie.

Seu caule pode atingir até 3 metros em diâmetro e uma altura de até 30 metros.

Baobá grandidieri ocorre no sudoeste de Madagascar, próximo a morombe (cidade costeira), em florestas secas, especialmente próximo a rios e lagos sazonais.

A avenida dos baobás, mundialmente conhecida, perto de Morondava (principal atração turística de Madagascar), consiste desta espécie de baobá.

Espécie extremamente resistente a seca.

Um gigante muito fácil de crescer, que deve ser cultivado em solos que promovam boa drenagem.

Muito apreciado por bonsaigistas mundo a fora.

Uma raridade, uma verdadeira e magnifica jóia em aquisição, o mais estético de todos os baobás, representado em capas de livros que retratam Madagascar.

Informação adicional

Peso Não aplicável